maquina3

A Empresa

Com o aumento da área ocupada pela vinha, com a escassez de mão de obra e com os elevados custos de produção, o grupo Plansel, em 2003, decidiu constituir a VINDOMOR, uma empresa única e exclusivamente dedicada à prestação de serviços, colocando à disposição dos seus clientes a oportunidade de permitir a diminuição dos custos de produção pela mecanização. Sendo a vindima uma das fases que requer maior quantidade de mão-de-obra, num período de tempo relativamente curto, e tendo-se verificado a dificuldade em dar resposta atempadamente, quando se recorre a vindima manual, a Vindimor investiu de imediato na aquisição de uma máquina de vindima logo no ano da sua constituição.
 A Vindimor apostou inicialmente na mecanização das operações vitícolas como forma de redução de custos, actualmente está em diversificação da actividade e conta já com maquinaria que possibilita outras operações vitícolas e apanha da azeitona. A Vindimor dispõe de uma frota de cinco máquinas de vindimar, três das quais equipadas com desengaçador e duas polivalentes com a possibilidade de realizar a pré-poda, desladroamento da vinha e apanha de azeitona.
 Através da Vindimor, com o recurso á mecanização, o viticultor pode usufruir de uma significativa redução dos custos de produção, mesmo em vinhas de reduzida dimensão.
 Pela análise dos custos de produção de um Kg de uvas, com recurso a vindima mecânica ou vindima manual, podemos verificar que o preço no segundo caso é cerca de 26% (45% referido no artigo) superior.
 As máquinas de vindimar, pela possibilidade de o fazerem durante a noite, com temperaturas mais baixas, permitem ainda uma diminuição dos custos uma vez que deixa de ser necessário recorrer ao arrefecimento das uvas, na sua chegada à adega.
 A realização de pré-poda possibilita ainda uma redução de custos de cerca de 30% na operação poda.