Marquês de Montemor

Marquês de Montemor é a marca principal para o mercado nacional. O Marquês de Montemor foi, no século XV, alcaide da então vila de Montemor-o-Novo, tendo sido agraciado com o título de condestável pelo rei D. Afonso V, este celebrizado pela conquista de Tânger. Depois do falecimento de Afonso V, o Marquês entrou em conflito com o filho. Interessado por esta figura da alta nobreza montemorense, Jorge Böhm publicou, juntamente com o historiador Jorge Fonseca, o livro D. João, Marquês de Montemor-o-Novo (Dinalivro, 2010). Dorina Lindemann registou posteriormente a denominação como marca da Quinta da PLANSEL. A Quinta da Plansel pretende com esta gama de vinhos frutados e expressivos, honrar o homem com o qual partilhamos a mesma filosofia e paixão pelas castas nativas portuguesas. O retracto deste extraordinário estrategista, cujo original se encontra exposto na Câmara Municipal, é a imagem escolhida para identificar os rótulos desta linha. Estes maravilhosos vinhos, criados a partir das variedades do norte em união com as castas do sul, são o resultado da dedicação da equipa de enólogos, Dorina Lindemann e Carlos Ramos.