Filosofia

Depois de ter trocado a Palatina Renana pelo Alentejo, Jorge Böhm desenvolveu uma filosofia empresarial algo diferente da habitual e conhecida economia tradicional. Dorina, a filha, com as netas, Júlia e Luísa, continuam o trabalho no mesmo sentido.

A base da actividade profissional é fundamentalmente o conhecimento técnico aliado à inovação tecnológica, sempre na procura do melhor. Hoje em dia, a Quinta da Plansel está em permanente comunicação com a ciência e a cultura, recusando com igual veemência a intolerância e o isolamento curricular. É para nós essencial transformar os resultados inovadores da teoria na qualidade prática dos nossos produtos.

Como consequência do nosso estudo e do nosso esforço, as castas da selecção Plansel foram as primeiras a serem oficialmente reconhecidas em Portugal e em países de viticultura avançada, especialmente no novo mundo vitícola, graças ao alto grau de sanidade vegetal e à capacidade de produção de vinho de qualidade.
Assim, passou a ser uma das nossas principais missões divulgar, a nível internacional, a excelente performance de três grandes castas portuguesas: a Touriga Nacional, a Touriga Franca e a Tinta Barroca. Para além do empenho profissional de toda a equipa, foi sempre um dos nossos objectivos a criação de um maior número de postos de trabalho possível: nos últimos 25 anos a Plansel foi o maior empregador privado em Montemor-o-Novo.