No passado, utilizava-se uma famosa técnica nos vinhos grandes do Douro e também aqui no Alentejo: o esmagamento pela típica “pisa a pé” das uvas em lagares monolíticos de granito ou mármore.

Actualmente utilizamos lagares em aço inox que permitem uma melhor higienização e controlo da temperatura de fermentação.