É sempre excitante entrar na sala das barricas da nossa adega. Os vinhos de reserva e de colheita seleccionada têm, relativamente aos restantes vinhos, um processamento diferente. Envelhecidos em barricas, estes vinhos transmitem a nobreza dos vinhos de referência da Quinta.

A porosidade da madeira permite uma lenta oxigenação natural do vinho e, ao mesmo tempo transmite-lhe complexidade aromática e gustativa resultando vinhos de enorme qualidade e elegância.

O tempo de estágio, sendo sempre superior a um ano, varia conforme as castas e o próprio vinho. Os enólogos Carlos Ramos e Dorina Lindemann, através de provas constantes, determinam qual a melhor fase para o vinho ser engarrafado e, depois do estágio em garrafa, entrar no mercado.